Bruna Morgan

Bruna Morgan, de 22 anos, vive no Rio de Janeiro e é quadrinista, ilustradora, escritora, blogueira e artista plástica. Dona do Universo em Bolha de Tinta, o seu projeto artístico que está no Facebook e no Instagram desde 2013, alcançando a cada dia um público maior, que compartilha seus desenhos coloridos com uma narrativa rápida e profunda. As tirinhas da Bruna abordam diversos temas: relacionamentos, decepções amorosas, depressão, felicidade, tristeza e cultura pop: “Tirinhas e quadrinhos super coloridos sobre bad vibes, crises existenciais e coração partido!”, como gosta de definir.

Ela já participou de diversas zines independentes, coletivos artísticos e foi publicada nos livros coletivos “Mulheres nos Quadrinhos vol.1” (2014), “Desnamorados” (2014) e “Antologia MÊS” (2015), e também é ilustradora na Revista Capitolina. E Atualmente, seguindo a estrada de artista independente, ela lançou seu primeiro projeto no Catarse, uma plataforma de financiamento coletivo, com o intuito de financiar e publicar seu primeiro livro de quadrinhos – que você pode apoiar aqui.

1 (1)

Quando você começou a fazer arte? Quais as motivações para esse início?

Eu comecei bem nova, acho que a maioria das artistas começa quando são crianças. Desenhar sempre foi uma das formas que encontrei para me expressar, mas apenas quatro anos atrás virou uma das principais atividades que exerço! Eu sempre escrevi também, mas a escrita sozinha não estava dando conta dos meus pensamentos e sentimentos.”

Quais as suas inspirações para criar?

Sentimentos. Eu nunca soube lidar com eles, nem com os meus e nem com os das outras pessoas. Desenhar sobre isso me ajuda a entender. Então eu observo as pessoas, e um dos meus hábitos é escutá-las sobre o que está passando em seus corações. É isso, eu me inspiro em sentimentos e nas pessoas que esbarro por aí.”

9

Qual a relação da arte na sua vida? Como ela te influência e como você quer influenciar os outros com ela?

Eu só estou aqui por causa da arte. Eu não vivo sem arte, tanto em questão de consumir, quanto de produzir. A arte é uma ferramenta de impacto, que atinge diretamente o coração e o pensamento. 

Eu busco dar voz aos desabafos que as pessoas não tem coragem de colocar para fora, eu desenho sobre coisas tristes que muitas vezes eu mesma não conseguia falar. Quero que vejam minha arte e não continuem sentindo que estão sozinhos.”

Que técnicas você usa para fazer arte?

Eu gosto muito de caneta nankin, pastel oleoso, tinta acrílica e photoshop.”

4

 O que você representa na sua arte?

Acho que o artista acaba se colocando bastante na própria arte, não é? Percebi que faço muito isso.

Eu tento ser a pessoa que a Bruna adolescente precisava ter por perto, então eu represento os sentimentos engasgados, conselhos, coisas que nunca foram ditas ou que são difíceis de confessar.  Meu trabalho é como se fosse meu inconsciente tentando conversar comigo. E depois que termino uma história, realmente as coisas ficam mais claras e mais fáceis de lidar.

Sua produção artística e os elementos abordados nela tem alguma relação com ser mulher?

Sim, 99% dos meus personagens são mulheres. Eu acho muito importante representar mulheres nos desenhos. Na maioria das histórias, o protagonismo é masculino, enquanto o feminino é deixado como personagem secundário. Eu tenho orgulho em dizer que desenho mulheres, além de casais homoafetivos.”

Sua arte dialoga com alguma ideologia, política ou tem alguma relação militante?

Eu sou feminista interseccional, e muitos de meus trabalhos são de cunho feminista.”

“Eu acho muito importante representar mulheres nos desenhos. Na maioria das histórias, o protagonismo é masculino, enquanto o feminino é deixado como personagem secundário. Eu tenho orgulho em dizer que desenho mulheres, além de casais homoafetivos.”

brunamorgan 11

Você se vê dentro de alguma cena artística?

Não sei dizer, algumas pessoas dizem que faço parte dos novos webquadrinistas da atualidade, mas não sei se isso é real. huahua”

brunamorgan3

Você vive da arte que faz?

Não ganho um sustento de fato, mas recebo uma quantia boa através das encomendas.”

brunamorgan18

Você sentiu alguma dificuldade ao se inserir na arte por ser mulher?

É complicado quando recebo mensagens de homens dando em cima de mim através das minhas redes sociais de ARTE. Também quando compram um desenho e se sentem no direito de me cantar.

Uma outra questão que fico bastante chateada é a falta de mulheres nas mesas de evento. Temos que chegar ao ponto de questionar onde está a representação feminina nesses espaços para sermos notadas. É desanimador.”

brunamorgan1

“A arte é uma ferramenta de impacto, que atinge diretamente o coração e o pensamento. Eu busco dar voz aos desabafos que as pessoas não tem coragem de colocar para fora, eu desenho sobre coisas tristes que muitas vezes eu mesma não conseguia falar. Quero que vejam minha arte e não continuem sentindo que estão sozinhos.”


Siga a Artista!

http://instagram.com/bolhadetinta

http://bolhadetinta.tumblr.com

www.facebook.com/universo.em.bolha.de.tinta

brunamorgan14

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s